CONCEPÇÃO DE CIÊNCIA


BARAN, Paul. "On distributed communications". In Memorandum RM-3420-PR. Santa Monica: The Rand Corporation, 1964.
CAPRA, Fritjof. As conexões ocultas: ciência para uma vida sustentável. São Paulo: Cultrix, 2002. CAPRA, Fritjof. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix, 2006
KUHN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. 5 ed. São Paulo: Perspectiva, 1998. LYOTARD, Jean-François. A condição pós-moderna. 12 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2009. MATURANA, Humberto; VARELA, Francisco. A árvore do conecimento: as bases biológicas da compreensão humana. São Paul: Palas Athena, 2001.(Link retirado a pedido da Editora)
MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 2 ed. São Paulo:Cortez; Brasília, DF:UNESCO, 2000. MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reformar, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand, 2003. MORIN, Edgar. "Da necessidade do pensamento complexo". s/d. SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. 16 ed. Porto: Edições Afrontamento, 2010. VÍDEO: HUMAN - Volume 1. Link alternativo no Youtube.
VÍDEO: HUMAN - Volume 2. Línk alternativo no Youtube.
VÍDEO: HUMAN - Volume 3. Link alternativo no Youtube. VíDEO: O perigo da história única. Escritora nigeriana Chimamanda Adichie. Link alternativo no Youtube.


O DISPOSITIVO TÉORICO DO DISCURSO

A ANÁLISE DE DISCURSO
BALDINI, Lauro J. S.; ZOPPI-FONTANA, Mônica. "A análise do discurso no Brasil". Décalages, Vol 1. Issue 4, 2015. BRANDÃO, Helena. Introdução à análise do discurso. 2 ed. Campinas: Editora da UNICAMP, 2004.
FERNANDES, Cleudemar A. Análise do discurso: reflexões introdutórias. 2 ed. São carlos: Claraluz, 2007. GADET, Françoise; HAK, Tony. (orgs). Por uma análise automática do discurso: introdução à obra de Michel Pêcheux. 3 ed. Campinas: Ed. da Unicamp, 1997.
MUSSALIM, Fernanda. "Análise de discurso". In MUSSALIM, F; BENTES, A. (Orgs). Introdução à linguística. Vol. 2. São Paulo: Cortez, 2001.
ORLANDI, Eni. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 1999.
ORLANDI, Eni. "Análise de discurso". In ORLANDI, E.; LAGAZZI-RODRIGUES, S. (Orgs). Discurso e textualidade. Campinas: Pontes, 2006. PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 2 ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2005.
PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas: Pontes, 1990.
PÊCHEUX, Michel. "Sobre os contextos epistemológicos da análise do discurso". In ESCRITOS, número 4. Campinas: Labeurb, 1999.
POSSENTI, Sírio. "Teoria do discurso: um caso de múltiplas rupturas". In Introdução à linguística. Vol.3. São Paulo: Cortez, 2001. SOUZA, Sérgio A. FConhecendo a análise de discurso. Manaus: Editora Valer, 2006
I. A LÍNGUA

VÍDEO: Só dez por cento é mentira. Manoel de Barros. Link alternativo no Youtube.

BAKHTIN, Mikhail. (VOLOCHINOV). 
Marxismo e filosofia da linguagem. 12 ed. São Paulo: HUCITEC, 2006. Capítulo 4.
BENVENISTE, Emile.  "Da subjetividade na linguagem". In Problema de linguística geral. 2 ed. São Paulo: Pontes, 1988. Capítulo 21.
JAKOBSON, Roman. 
Linguística e comunicação. 24 ed. São Paulo: Cultrix, 2007. Capítulo "Linguística e poética".
SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de linguística geral. 27 ed. São Paulo: Cultrix, 2006. Capítulos 4 e 5
SOUZA, Sérgio A. F. 
Conhecendo a análise de discurso.
Manaus: Editora Valer, 2006. Capítulo 1.

II. A IDEOLOGIA

ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos do Estado. Presença, Lisboa,1974.
CHAUÍ, Marilena. O que é ideologia. Coleção Primeiros Passos. São Paulo: Brasiliense, 1980.
EAGLETON, Terry. "Discurso e ideologia". In: EAGLETON, Terry. Ideologia. São Paulo: UNESP, Boitempo, 1997.
KONDER, Leandro. A questão da ideologia. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
MARX, Karl; ENGELS, Friederich. A ideologia alemã. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
PÊCHEUX, Michel “O mecanismo do desconhecimento ideológico”. In ZIZEK, S. Um mapa da ideologia. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.
SOUZA, Sérgio A. F. Conhecendo a análise de discurso. Manaus: Editora Valer, 2006. Capítulo 2.

III. O DISCURSO

FOUCAULT, Michel. História da loucura. São Paulo: Perspectiva, 1978.
FOUCAULT, Michel. O nascimento da clínica. Rio de Janeiro: Forense, 1977.
FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Petrópolis: Vozes, 1972
FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Loyola, 1998.
FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 15 ed. Rio de Janeiro, Graal. 1979.
FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. 20 ed. Petrópolis: Vozes, 1987.
PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 2 ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2005.
PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas: Pontes, 1990.
SOUZA, Sérgio A. F. Conhecendo a análise de discurso. Manaus: Editora Valer, 2006. Capítulo 3.
STRATHERN, Paul. Foucault em 90 minutos. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

IV. O SUJEITO

FERREIRA, Maria Cristina Leandro. “Linguagem, ideologia e psicanálise”. In Estudos da lingua(gem): Michel Pêcheux e a análise do discurso. Vitória da Conquista, 2005.
GRIGOLETTO, Evandra. "A noção de sujeito em Pêcheux: uma reflexão acerca do movimento de desindentificação". In Estudos da lingua(gem): Michel Pêcheux e a análise do discurso. Vitória da Conquista, 2005.
LACAN, Jacques. "O estádio do espelho como formador da função do eu". In ZIZEK, S. Um mapa da ideologia. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.
LACAN, Jacques. Nomes do pai. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.
REVISTA LÍNGUA. Edição Psicanálise & linguagem.
ZIZEK, Slavoj. Como ler Lacan. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

 

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS E ESCRITA DA ANÁLISE

PROCEDIMENTOS

ORLANDI, Eni. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 1999.
SOUZA, Sérgio A. F. Análise de discurso: procedimentos metodológicos. Manaus: Census, 2014.
SOUZA, Sérgio A. F. Roteiro de Análise
Figura-resumo do quadro de Produção e Análise.

 

ESCRITA DA ANÁLISE

SOUZA, Sérgio A. F. Análise de discurso: procedimentos metodológicos. Manaus: Census, 2014.

QUESTÕES ÉTICAS, ESTÉTICAS E POLÍTICAS

BAUMAN, Zygmunt. Ética pós-moderna. São Paulo: Paulos, 1997.
CHAUÍ, Marilena. "
O intelectual engajado: uma figura em extinção?". Palestra proferida no Ciclo de Conferência "O silêncio dos intelectuais", 2007.
GOMES. Carla Silene Cardoso Lisbôa Bernardo. "Lévinas e o outro: a ética da alteridade como fundamento da justiça". Dissertação de mestrado. Rio de Janeiro: PUC, 2008.
LÉVINAS, Emmanuel. Entre nós: ensaios sobre alteridade. Petrópolis: Vozes, 2005.
LÉVINAS, Emmanuel. The Levinas reader. Oxford: Basil Blackwell, 1989.
PASSOS. Helder Machado. "Relação entre ética e política no pensamento de Emmanuel Levinas". tese de doutorado. São Paulo: USP, 2012.

A MECÂNICA DA ESCRITA

SOUZA, Sérgio A. F. A arquitetura da escrita.
Texto exemplo: o primeiro dia de aula.
SOUZA, Sérgio A. F. Acordo ortográfico.

========================================
Desenvolvido por Sérgio Freire
Doutor em Linguística (UNICAMP)
Professor da Universidade Federal do Amazonas
sergio_freire@uol.com.br
Versão: 11 de agosto de 2016